Sinara Rúbia promove empoderamento através de contação de histórias negras

CURSO​ ​DE​ ​CONTAÇÃO​ ​DE​ ​HISTÓRIAS​ ​NEGRAS:​ ​ Histórias plurais e afastadas da ótica da
colonização.

 

O curso aborda  como conteúdo central a proposta de narrativas negras, a partir da compreensão das dinâmicas dos Griots – guardiões da tradição oral que conservam a memória coletiva. A preservação da cultura negra se dá pela oralidade e precisa ser contínua, para que não se perca.

A figura do Griot tem enorme importância na conservação da palavra, na preservação das narrativas orais, sendo eles os grandes intérpretes e Contadores da História oral de muitos povos africanos. São imensamente estimados pelas suas capacidades musicais e poéticas, recebendo boa retribuição e prestígio pelo seu trabalho.

Então partindo dessa premissa, o curso propõe o desenvolvimento da arte de contar histórias negras e o mergulho nesse universo literário infanto-juvenil, que ainda precisa ser desvendado e conhecido. O empoderamento precisa ir além do estético, deve ser intelectual também. Saber a real história, se identificar, se reconhecer e a partir disso, poder perpetuar a cultura.
Além disso, o curso foca na compreensão e prática da diferença entre ler e contar histórias. Uma atividade que abre espaço para a alegria e o prazer de ler, desenvolvendo a escrita, o conhecimento e o despertar da criatividade.

Atividade de extrema importância para a sociedade. O ensino no Brasil é muito precário e, em consequência, muitos cidadãos brasileiros não possuem o hábito de ler e escrever. Pois, não são estimulados  a fazer, o que é altamente prejudicial para o desenvolvimento e crescimento do indivíduo, tanto no âmbito pessoal quanto no profissional.
O curso teve inicio no dia 03 (terça-feira), com a sexta turma do ano de 2017 , já tendo ocorrido em lugares como:
CUFA Madureira, Espaço Tá na Rua, Lar Cultural Luiza, Fundição Progresso e agora é a vez da pluralidade das narrativas negras chegar ao Instituto Black Bom.

Sinara Rúbia e sua trajetória

 


Sinara Rúbia  é mulher de muitos feitos e engajada nos assuntos da comunidade negra. É formada em Letras-Português/Literatura, pesquisadora em História, Cultura e Literaturas Negra.

É Contadora de Histórias há mais de 10 anos,além disso, é Instrutora e Produtora de Arte e Cultura Negra, com experiência em projetos de âmbito local, comunitário e nacional. Sempre agregando positivamente à comunidade negra,  enaltecendo-a, protagonizando histórias que por muitos e muitos anos foram ocultadas.

Sinara gosta de trabalhar em grupos, projetos e ações nas áreas de Direitos Humanos, Cidadania, Geração de Renda,
Gênero, Raça/Etnia e Violências, sendo uma forma de aproximação e união com as pessoas. Sua experiência consolidou-se na Criação e Produção, ao atuar em diversas funções na execução de projetos sociais/culturais como coordenação, mediação,facilitação, tutoria, consultoria técnica administrativa ou artística, em planejamento administrativo, plano de negócios, e na própria Produção.

Ela coordena a gestão de Grupos Culturais que realizam ações com Literatura, Cinema, Dança e Teatro, destacando assim, o Grupo Cultural Vozes da África, Grupo Cultural Balé das Iyabas, Instituto Omolará e Cine Rua Paciência Cultural. Atualmente, integra a equipe de coordenação da Agência de Redes Para Juventude.

O curso está sendo ministrado no INSTITUTO BLACK BOM , situado na  Rua Riachuelo 404, esquina com Rua do Senado 338
Duração:​ 8 encontros – ( 03 de outubro à 21 de novembro – terças as 19:00 à 21:30)

 

Por Amanda Martins

Graduanda em Direito na Faculdade Presbiteriana Mackenzie Rio, Pesquisadora em Energia no Núcleo de Pesquisas Brasil-Chile, Editora, membro da Organização Carioquice Negra, Membro da Liga Afro-brasileira,escritora, cantora e compositora

Comentários

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password