“Na minha Pele” aborda memórias de Lázaros Ramos e reflete o cotidiano de milhares de negros

Representatividade importa

 Lázaro Ramos é um homem negro, que tem muito a dizer, fazer e a ensinar. É filho pai, marido, ator, apresentador, escritor, diretor, e por meio dessas maravilhas vem positivando a imagem do negro no Brasil e no mundo.

Lázaro há anos vem fazendo a diferença e propagando mudança por onde passa, voltando o seu olhar para aqueles que poucos são vistos ou notados, mas que tem muito a dizer, a progredir, a desenvolver, a ensinar… e através da arte, das palavras tem libertado pessoas negras que ainda sentiam-se presas, limitadas por algum ou vários motivos, que passaram a acreditar em si mesmas após se verem representadas na televisão, no teatro, na propaganda, na literatura, nos espaços de fala por meio da figura do Lázaro Ramos.

 O livro Na Minha Pele, aborda as memórias de Lázaro, de como é ser negro no Brasil e nos efeitos oriundos do racismo na vida, na profissão e no âmbito social.

Ele só se deu conta da existência do racismo quando foi morar em Salvador, pois, sempre viveu na Ilha de Paty e lá a maioria das pessoas descendem de negros e índios, então ele nunca precisou pensar sobre a cor da sua pele.

Em Salvador, sentia-se excluído na escola particular que sua família esforçava-se para pagar, e ocorria também, quando se deparava com a patroa de sua mãe, que trabalhava como doméstica.

Na Minha Pele e Lázaro Ramos

Na Minha Pele é um mix de autobiografia e diário pessoal, que juntos em uma escrita bem franca, verídica, vai tocando em pontos muito sensíveis e importantes, com detalhes e expondo intimidades que até então ninguém sabia e Lázaro se dispôs a evidenciar, e que impulsionado pela paternidade, pelo o casamento com Taís Araújo, foi adquirindo respeito por seus argumentos e a fortificar o seu pensamento sobre a sua vida e para o Brasil, mediante a tão perversa desigualdade.

Lázaro se preocupa muito e pensa na importância da conversa com jovens negros e está sempre agregando aos mesmos em todos os espaços que circula, estando presente em palestras, seminários, congressos e eventos que tem como tema a população negra, dando sua opinião, contribuindo com a sua vivência, e de como fez para chegar onde chegou, sempre deixando uma mensagem impulsionadora para aqueles que o ouve.

Portanto, o seu livro retrata as suas memórias, a sua vida e ao mesmo tempo, reflete de forma bem enegrecida, o que se passa com milhares e milhares de negros no dia a dia.

 

Por  Amanda Martins

Graduanda em Direito na Faculdade Presbiteriana Mackenzie Rio,Pesquisadora em Energia no Núcleo de Pesquisas Brasil-Chile, editora, membro da Organização Carioquice Negra, escritora, cantora e compositora

Comentários

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password