Era uma vez o Mundo, enaltece e promove a representatividade infantil, através de bonecos e livros afros

O Era uma vez o Mundo, foi criado pela Jaciana e pelo Leandro Melquiades, que iniciou a produção de bonecos afrocentrados em 2008 e, desde 2013, estabeleceu-se como empresa no segmento de brinquedos educacionais. Em 2016, o empreendimento obteve seu maior sucesso com o lançamento das bonecas Dandara. A expectativa futura é a abertura da Fábrica dos Sonhos, em Belford Roxo/São Cristóvão, no Rio de Janeiro. Que movimentará a economia local gerará emprego, propiciará mudanças positivas, representatividade e renda.

 

Era uma vez o Mundo…priorizando a inovação e a criatividade

Era uma vez o Mundo, priorizando a identidade pessoal, em 2008, iniciou a elaboração de artigos que fossem feitos mediante as escolhas dos clientes.

Após detectar que a criatividade estava sendo padronizada, concluiu que imaginar é a maior das conquistas. Imaginar abre portas, permite criar, permite liberdade. Então, a proposta é de abandonar o óbvio.

A Era uma vez o Mundo cria produtos que são, sempre, oriundos de uma parceria com o cliente, que escolhe os elementos que vão compor o resultado final.

Mediante dados do IBGE 2014, 53,6 % dos brasileiros se declaram negros e, segundo uma pesquisa oriunda da campanha Cadê Nossa Boneca, apenas 3% dos e-commerces nacionais disponibilizam bonecas negras. No intuito de promover igualdade, diversão e representatividade, o Era uma vez o Mundo produz bonecos e livros afrocentrados. “A empresa faz brinquedos educativos e representativos desde 2008, e vem do sonho que temos de nos ver representados”, diz Jaciana Melquiades, empreendedora e fundadora do projeto.

Atualmente, já são 30 modelos de bonecas – com preços que variam de R$ 60 a R$ 150 – e três livros infantis, que saem entre R$ 65 e R$ 85. À venda na loja virtual oficial do Era uma vez o Mundo, os brinquedos femininos são chamados de “Dandaras” e são inspirados em personalidades negras, o mesmo acontece com os bonecos masculinos, batizados de “Zambis”.

“A Dandara é a realização de um sonho de infância, de você conseguir se ver representado nos brinquedos e nos espaços”, conta Melquiades.

A linha de produtos do Era uma vez o Mundo é, fabricada manualmente e conta com uma opção de boneco personalizado, que pode ser produzido a partir da foto do comprador ou pessoa presenteada. “Quando você se vê como uma boneca, não tem como não chorar”, afirma a idealizadora. Pensando na diversidade e representatividade, a proposta das criações de Jaciana Melquiades já teve adesão do ator Lázaro Ramos, que recebeu um dos itens. Veja:

 

 

Para mais informações acesse:

Facebook:facebook.com/eraumavezomundo

Instagram:www.instagram.com/eraumavezomundo

 

Por Amanda Martins

Graduanda em Direito na Faculdade Presbiteriana Mackenzie Rio,Pesquisadora em Energia no Núcleo de Pesquisas Brasil-Chile, Editora, membro da Organização Carioquice Negra, escritora, cantora e compositora

Comentários

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password