As Negras, jovens negras cariocas que através do rap transformam vidas

As Negras, é um grupo formado por quatro jovens negras: Jucelene, formada em Segurança do trabalho, Marcele, que é auxiliar de creche, pela Evellyn, graduanda em Construção Civil e Angélica, que cursa Tecnologia da Informação. São moradoras da Comunidade da Matriz, no bairro Engenho Novo, no Estado do Rio de Janeiro.

O grupo As Negras é a união de quatro sonhos em um! As Negras surgiram através da Jucelene, mais conhecida pelo público como Jucy, que descobriu que tem o dom de compor, e imediatamente pensou em compor músicas falando de suas origens.

Então Jucy chamou três amigas, que ela admira, para embarcar neste sonho. As amigas toparam e hoje tem dois anos que elas cantam e encantam com suas vozes, cantando músicas reais, representativas inspiradoras.

Na visão de Jucy, antigamente ser mulher e negra no Brasil significava trabalhar mais e ganhar menos e afirma:

“ Hoje graças a Deus estamos vindo com tudo mostrando para a sociedade que estamos lutando e obtendo, aos poucos, a igualdade. Posso dizer pelo rap que,era muito homem dominando e várias meninas com o talento não valorizado porque insistiam em dizer que ” rap é coisa de homem. “

 

As dificuldades foram poucas para o grupo, pelo fato de ter muitas pessoas que abraçam a causa. Mas encontraram obstáculos para a gravação de suas músicas, pela falta de patrocínio. Mas, superaram os obstáculos cantando na rua, e em espaços diversos e, foram recebendo elogios, sobre quão bom é o som que fazem.

Negra Tipo A

Vocês conhecem As Negras? Não? Então é só dá play no vídeo e prepare-se para virar mega fã dessas jovens que vem inovando e mostrando o verdadeiro tombamento.As nossas favelas são berços de talentos. Só clicar para conhecer essa música "NEGRA TIPO A" que é f#@daAlô Spotfy, já quero na minha playlistVEJA EM HD#ASNEGRAS#CARIOQUICENEGRA#FAVELAMINHARAIZ

Posted by Carioquice Negra on Tuesday, November 29, 2016

As Negras e o futuro promissor

 

“Achamos que a música é o melhor meio de transmitir o que está a olho nu, a verdadeira realidade das favelas, de mulheres que se desdobram para ter sua dignidade. Impactar os corações com o rap, que é algo que,não tem preço.” Diz, Marcele.

As Negras, além da música, desenvolvem um projeto social na comunidade onde moram e tem o intuito de deixar bem enegrecido para as crianças que, elas podem ser o que quiserem. Que existe um amanhã a cada dia que chega! E querem incentivar e atuar através da educação, fornecendo ensinamentos de qualidade para crianças e jovens do projeto que desenvolvem.

Acreditam que a cidadania é algo construído no cotidiano dos seres humanos e que, se não nos educarmos, pensarmos e refletirmos sobre tudo ao nosso redor, seremos, facilmente, manipulados pela mídia. E que é no exercício da cidadania que, a reflexão é construída.

“Hoje a representatividade está chegando aos poucos, está tomando seu lugar. Hoje já podemos ver um Negro ser dono de um programa na rede Globo. Hoje podemos ver um ator NEGRO ter um papel de advogado e não ,tão somente,de escravo ou bandido .” Diz Jucy.

Almejamos ocupar, enegrecer espaços de poder, de visibilidade, promovendo o protagonismo negro, sendo referência para o nosso povo, principalmente, para os jovens negros.

 

“Queremos agradecer a vocês que ficam ligadinhos nessa página incrível. Que vocês possam aprender com cada talento que passa por aqui,e propagar , verdadeiramente,o nós por nós .

Vamos lutar, vamos continuar. Se você, já foi ou é desmotivado de algo por sua cor, Acredite! Você pode ser o que você quiser. ” – As Negras

 

Por Amanda Martins

Graduanda em Direito na Faculdade Presbiteriana Mackenzie Rio,Pesquisadora em Energia no Núcleo de Pesquisas Brasil-Chile, Editora, membro da Organização Carioquice Negra, escritora, cantora e compositora

 

 

Comentários

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password